domingo, 6 de setembro de 2015

Gaya Legendary Running - dura e bela


Prova com inicio marcado para as 19:30 junto da marina do douro. Chegamos à bela zona da Afurada às 17:30 para proceder ao levantamento dos dorsais de forma tranquila e sem filas de espera. Dorsal já em minha posse juntamente com uma t-shirt técnica de boa qualidade. 
   
O ambiente era de festa, o clima ajudava com cerca de 27ºC, aulas de zumba, insufláveis para os mais pequenos, muita gente divertida e como ainda era cedo resolvemos dar uma volta pela marina onde estava a decorrer um espectáculo que nunca tinha visto ao vivo:





 a seguir a este espectáculo seguiu-se um de saltos para a água de bicicleta:





a zona da marina estava repleta de pessoas, muitos atletas para a prova aproveitavam para se descontrair, conviver e tirar as fotos da praxe.

Pelas 19:00 como uma banana e umas uvas passas, faço um pequeno aquecimento e estava na hora de ir para a partida onde já se encontravam alguns dos super atletas da nossa praça. A equipa do gaiatrail dava nas vistas com muitos elementos a participar.

Tinha como expectativa para esta prova, sabendo da sua dureza e não conhecendo o percurso, fazer abaixo das 2:15. Esta prova surge no seguimento da preparação para a maratona do gerês, foi antecedida por uma semana dura de treinos com um longo de 2:30 no domingo, rampas na terça (13 Km), progressivo na quinta (13Km) e 6 Km de descompressão na sexta. Não fiz descanso algum para esta prova e estava no meu plano como se um treino longo se tratasse.

Na zona da partida o ambiente era de tranquilidade, sendo o assunto mais falado a muita probabilidade de ocorrerem "enganos" de propósito no percurso por parte de alguns atletas de forma a falsearem a sua classificação final. O percurso era muito por ruelas sempre ali à volta da Afurada sendo muito fácil para quem for conhecedor da zona cortar caminho.
Da minha parte não notei qualquer problema deste género. Aconteceram, sim, enganos mas sem qualquer maldade (a não ser para as pernas!!).

Estava na hora da partida 



O primeiro Km foi muito rápido, 4m/km as sensações eram boas, as pernas não estavam muito pesadas da semana de treinos, deixei-me ir no segundo grupo. Na frente ia um grupo com cerca de 20 atletas a todo o gás onde se encontravam os candidatos à vitória final.

                                              fonte - atletismo
                                                 fonte - atletismo
                                                 fonte - atletismo
 1º km feito junto ao rio douro, paisagem magnifica. A partir daqui começam as constantes subidas e descidas. Até o 2º km feito por trilhos e escadas de madeira entrando a partir daí na zona de ruelas e vielas com muitas pessoas a assistirem e a aplaudirem. Um bem haja muito grande às gentes da Afurada que foram simplesmente excepcionais no apoio aos atletas.

O ritmo ia entre os 5-5:30m/km com alguns a 4:30. Subidas brutais com mais de 15% de inclinação, descidas em calçada feitas a um ritmo de 3:00 km, completamente a abrir!!

Por volta do km 5 passamos pelo pessoal da caminhada onde seguia a minha esposa dando um alento extra para manter o ritmo!

Segui sempre com dois atletas do gaiatrail e outro do gaiarunning até o abastecimento que estava nos 10 km. Aí parei um pouco para comer banana, melancia e um pouco de marmelada. Sentia-me bem, um pouco cansado mas bem disposto. 

Entretanto os meus colegas de corrida já tinha partido e segui a partir daí sozinho o que se tornou mais complicado porque deixei de ter o apoio para controlar o ritmo e dar moral.  Ao km 13 uma grande subida, estava com força, com tanta força que nem vi que tinha de virar à esquerda e segui em frente fazendo a subida até ao fim!! Toca a voltar para trás, mais 400m feitos... ;(

Entrada em trilhos muito técnicos e escuros, um pouco mal sinalizados e até perigosos, não estando ninguém da organização naquela zona para apoiar. É um dos dois pontos negativos do percurso que tenho a referir.

Ao km 15 entrei na marginal junto ao rio onde seguiam alguns atletas do trail curto. A temperatura estava agradável, um cheirinho a sardinhas assadas pairava no ar... Ao passar um parque onde estacionam caravanas estavam uns turistas franceses a indicar que tínhamos de entrar ali. Ainda bem porque teríamos ido em frente. Este é o outro ponto negativo do percurso. As marcações tinham algumas falhas.

A partir daqui foi subir umas escadas e fazer o mesmo percurso feito no inicio mas em sentido contrário. Estava contente porque ia baixar das 2 horas, superando em muito as minhas expectativas. Fiz o último km a 4:30 chegando à meta com o tempo no meu relógio de 1h47m10s em 19, 230km. 


Pela classificação provisória fiquei em 22ºlugar num total de 236 atletas.

Pontos positivos:

- a beleza e dureza do percurso;
- o apoio das pessoas durante parte da corrida;
- muita policia nos cruzamentos;
- a simpatia da organização;

Pontos negativos:

- a ausência de chip para controlar o tempo;
- algumas zonas do percurso escuras, um pouco perigosas e sem apoio;
- algumas zonas com marcação deficiente;

Para a 1ª Gaya Legendary Running acho que correu muito bem. Gostei muito e dou os parabéns a toda a organização e voluntários que foram incansáveis. É com os erros que se aprende e de certeza que para o ano as falhas serão corrigidas.


Como nota final fiquei agradado com o frontal que utilizei, do Lidl, não é muito potente mas por 5€ serviu perfeitamente o propósito. Vi muita gente com estes frontais.

Optei por levar sapatilhas de estrada e ainda bem porque o percurso era maioritariamente estrada e calçada.

Parabéns a todos os participantes.

Boas corridas
Helder Rocha













5 comentários:

  1. Parabéns pela excelente prova e resultado!

    Esse no ar, com o jacto de água, também já vi há 2 anos na Meia da Nazaré :)

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado João.

      Foi um espectáculo engraçado!!

      Abraço

      Eliminar
  2. Grande prova e um excelente "treino" para as rampas que te esperam no Gerês :) ... Parabéns.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Carlos. Foi mesmo um bom treino. Uma prova realmente muito interessante.
      Abraço

      Eliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar